Por que implantar a telemetria na gestão de frotas?

Por que implantar a telemetria na gestão de frotas?

Quem depende das rodovias para escoar a produção sabe que, apesar de serem a forma de transporte mais utilizada e prática que existe hoje no país, elas trazem custos altos e também riscos, como acidentes e roubos. Ainda bem que a tecnologia existe e promete melhorar os processos, facilitando o trabalho dos gestores de frotas.

Entre as tendências que estão ganhando cada vez mais força aqui no Brasil está a telemetria, que permite acompanhar de perto o deslocamento da carga e melhorar a eficiência dos serviços prestados. Conheça mais sobre esse sistema e veja porque ele promete revolucionar os transportes rodoviários!

O que é telemetria?

Talvez você já tenha ouvido falar essa palavra quando ela fazia parte apenas das corridas automobilísticas, onde era mais comum no passado. Resumidamente, o termo une “tele” (de forma remota) e “metria” (medição). Ou seja, quer dizer que é possível acompanhar a distância os dados relacionados ao veículo.

Com a evolução da tecnologia, a telemetria saiu das pistas de Fórmula 1 e ganhou também as estradas, permitindo que os caminhões e outros veículos sejam monitorados, obtendo informações precisas sobre o consumo de combustível, localização, velocidade, comportamento do motorista e muitas outras informações, tudo de forma real e online. Isso é possível graças a um equipamento específico instalado no próprio veículo, que coleta os dados desejados e repassa para uma central de controle, podendo ser acompanhados pelo responsável da própria empresa.

Benefícios da telemetria

O uso dessa tecnologia para a gestão de frotas está transformando o mercado de transportes e logística. Com ela, é possível coletar e avaliar informações sobre os caminhões que estão na estrada, aplicando ações corretivas para aquilo que não está de acordo. Veja alguns dos itens que podem ser acompanhados com o auxílio da telemetria:

  • Condução
    O equipamento instalado no caminhão mostra dados precisos que ajudam a monitorar e aperfeiçoar o comportamento do motorista, mostrando quanto gastou em cada viagem, horário e rota. Além disso, é possível ver as rotações por minuto (RPM), sabendo se estão na faixa vermelha durante muito tempo, o que geraria prejuízos para a empresa, como o aumento no consumo de combustível e redução da vida útil de algumas peças, ou saber se o veículo ficou parado com o motor ligado.A velocidade também pode ser acompanhada exatamente como está no painel. Então, o gestor pode cadastrar parâmetros, com a velocidade máxima de segurança a ser desenvolvida pelo motorista de acordo com o tipo de carga, traçado da rodovia, pista seca e molhada, ou ainda emitir alertas caso ultrapassem o limite permitido. Isso garante não só a redução de multas como também de acidentes na estrada. E isso é também interessante para quem trabalha com cargas perigosas, já que elas têm potencial para contaminar o meio ambiente, causando problemas ainda maiores.Ou seja, com essas informações, sabe-se exatamente como o condutor tem agido durante o trajeto e o que pode ser melhorado, usando esses pontos críticos em ações de conscientização da equipe e correção de pequenas falhas.
  • Segurança
    A telemetria permite que motorista e carga fiquem mais protegidos, uma vez que é possível emitir alertas sobre perigos na via e situações que os expõe a riscos, como acidentes, condições climáticas, buracos, desvios e outros itens que podem influenciar no percurso. Como dá para estabelecer comunicação direta por mensagens em tempo real para o condutor, ele pode ser avisado sobre rotas alternativas que garantam maior proteção durante o deslocamento.
  • Conforme a legislação
    O transporte rodoviário possui diversas normas rígidas que devem ser seguidas, e a telemetria pode ajudar a gerenciar essa questão. Como se têm controle total de tudo o que ocorre com o veículo, ficará sabendo também se ele está de acordo com as regulamentações.

Ainda podem ser acompanhados com o apoio da telemetria:

  • Odômetro (distância percorrida).
  • Tempo de acionamento da embreagem.
  • Freadas e acelerações bruscas.
  • Tempo de uso do veículo parado, em marcha lenta e em movimento.
  • Temperatura do motor.
  • Falha na pressão de óleo.
  • Uso do freio motor.

Em resumo, essa tecnologia veio para transformar o setor de transportes, trazendo não só economia pela redução de custos com manutenção e combustível, por exemplo, mas também melhorar a atuação da equipe de motoristas, já que fica mais fácil conscientizá-la sobre a direção mais segura e eficaz, resultando em melhorias no serviço prestado.

Agora você já conhece mais sobre como a telemetria pode simplificar a vida de quem tem caminhões próprios. E se estiver buscando novas soluções para reduzir custos e facilitar o transporte dos produtos da sua empresa, conte com o apoio da Vialoc Locações.

Temos opções de carretas baú, sider e porta-container novas e revisadas para aluguel, ideais para quem precisa aumentar a frota de acordo com as sazonalidades do mercado sem precisar fazer um grande investimento e depois acabar ficando com um equipamento parado no pátio nas épocas de menor movimento.

Ainda tem mais: a locação pode ser deduzida do IRPJ e dá direito a crédito de PIS e Cofins. Ficou interessado? Saiba mais vantagens do aluguel de carretas aqui ou entre em contato com nossa equipe especializada, que está pronta para encontrar a carreta indicada para a sua necessidade.

Comentários

LEIA TAMBÉM: